Saúde e Bem Estar - Câncer de Próstata

 

O Câncer de próstata é a segunda causa de óbitos por câncer em homens, sendo superado apenas pelo de pulmão. O aumento observado, nos últimos anos, nas taxas de incidência pose ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos de diagnóstico, pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida do brasileiro.

Na maioria dos casos, o tumor apresenta um crescimento lento, de longo tempo de duplicação, levando cerca de 15 anos para atingir 1 cm3 e acometendo, em grande parte, homens acima de 50 anos de idade.



Fatores de Risco


Assim como em outros cânceres, a idade é um fator de risco importante, ganhando um significado especial no câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam exponencialmente após a idade de 50 anos. História familiar de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos de idade pode aumentar o risco de câncer de 3 a 10 vezes em relação à população em geral, podendo refletir tanto fatores hereditários quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias. A influência que a dieta pode exercer sobre a gênese do câncer ainda é incerta, não sendo conhecidos os exatos componentes ou por quais mecanismos estes poderiam influenciar o desenvolvimento desse tipo de câncer. Contudo, já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, não só pode ajudar a diminuir o risco dessa enfermidade, como também de outras doenças crônicas não transmissíveis.

Sintomas


Os principais sintomas do câncer de próstata são: hábito de levantar várias vezes à noite para urinar, dificuldade no ato de urinar e dor à micção.



Diagnósotico


O diagnóstico do câncer de próstata é feito pelo exame clínico (toque retal) e pela dosagem do antígeno prostático específico (PSA), que podem sugerir a existência da doença e indicar a realização de ultra-sonografia pélvica (ou prostática transretal, se disponível).



Tratamento


O tratamento do câncer de próstata depende do estágio clínico. Para doença localmente avançada, radioterapia ou cirurgia em combinação com tratamento hormonal tem sido os mais utilizados. Para doença metastática, o tratamento de eleição é hormonoterapia. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida, após discutir os riscos e benefícios com o médico.



Como surge o Câncer de Próstata?



O Câncer de próstata surge quando, por razões anda não conhecidas pela ciência, as células da próstata passam a se dividir e se multiplicar de forma desordenada, levando à formação de um tumor. Alguns desses tumores pode crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos do corpo e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta que não chega a dar sintomas durante a vida e nem ameaçar a saúde do homem.

Como prevenir o Câncer de Próstata?


Até o presente momento não são conhecidas formas específicas de prevenção do câncer de próstata. No entanto, sabe-se que a adoção de hábitos saudáveis de vida é capaz de evitar o desenvolvimento de certas doenças, entre elas o câncer. Deste modo é importante:

- fazer no mínimo 30 minutos diários de atividade física;
- ter uma alimentação rica em fibras, frutas e vegetais;
- reduzir a quantidade de gordura na alimentação;
- diminuir o consumo de álcool; e
- não fumar.



Quem apresenta mais risco de contrair Câncer de Próstata?


Os dois únicos fatores associados ao aumento do risco de desenvolvimento de câncer de próstata são a idade e história familiar. Na grande maioria dos casos ocorre em homens com idade superior a 50 anos e naqueles com história de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos sessenta anos de idade.

Fonte: Informativo da FHE e da Poupex – Ano IX – nº 117::Março/2007